20181011

O desprezo pela via ferroviária


A preferência da governação, pela estrada, pelas parcerias, visa selar a sua relação mafiosa com os interesses da obra pública e da finança; mesmo que essa opção sele a continuidade da situação periférica portuguesa face à Europa e a Espanha em particular. Quanto ao ambiente…

1 – Num país atrasado, a ferrovia também se atrasa
2 – Uma gestão pública que favorece o setor privado
3 – A mediocridade como nota de desempenho
4 - A alta velocidade

Em qualquer destas ligações 

https://grazia-tanta.blogspot.com/2018/10/o-desprezo-pela-via-ferroviaria.html

 https://www.slideshare.net/durgarrai/o-desprezo-pela-via-ferroviria

Outros textos em: 

20180921

Decrescimento, capitalismo e democracia de mercado


O capitalismo é um sistema global e invasivo. E nenhuma contestação assente numa temática sectorial, localizada ou num grupo de ungidos, é suficiente para o extirpar

1 - O capitalismo é um sistema global e invasivo
2 – Como combater os grandes auxiliares da gestão capitalista
a)     – Áreas para articulação na luta anticapitalista
b)      - Elementos para enformar uma rede anticapitalista 

Texto em qualquer destas ligações:
https://grazia-tanta.blogspot.com/2018/09/decrescimento-capitalismo-e-democracia.html
https://www.slideshare.net/durgarrai/decrescimento-capitalismo-e-democracia-de-mercado
https://pt.scribd.com/document/389130085/Decrescimento-Capitalismo-e-Democracia-de-Mercado

Este e outros textos em:

20180906

A longa marcha das desigualdades – 3 Portugal, desastre periférico e pasto de ladrões (1995- …)


O país mais pobre da Europa ocidental é dominado por capitais externos, vai pulando entre bolhas imobiliárias e alimenta uma classe política constituída por corruptos e aves canoras.

O que sobra é um território desertificado, atravessado pelas redes das multinacionais e onde o sistema financeiro montou uma renda ancorada em dívida. 

           

Sumário

1 – Tempos de muita tempestade e pouca bonança

2    - A marcha das desigualdades no período 1995 – 2017



3    – Um empobrecimento quase contínuo no plano europeu



4    - Nem bom viver, nem democracia; apenas subalternidade e corrupção

Texto completo nesta ligação:
https://grazia-tanta.blogspot.com/2018/09/a-longa-marcha-das-desigualdades-3_6.html
Este e outros textos em:


20180725

A longa marcha das desigualdades – 1

(O período 1953/77 e o fim do regime fascista em Portugal )

Aqui:

https://grazia-tanta.blogspot.com/2018/07/a-longa-marcha-das-desigualdades-1-o.html

https://www.slideshare.net/durgarrai/1807-a-longa-marcha-das-desigualdades-1/durgarrai/1807-a-longa-marcha-das-desigualdades-1

https://pt.scribd.com/document/384687661/A-Longa-Marcha-Das-Desigualdades-1


Este e outros textos em:

http://grazia-tanta.blogspot.com/                               

https://pt.scribd.com/uploads

http://www.slideshare.net/durgarrai/documents

20180707

A classe política preocupa-se com a abstenção eleitoral. Para rir…


Um regime político não é corrupto em função do número de casos que se vão conhecendo. Um regime é corrupto quando toda a sua arquitetura política e jurídica está feita para facilitar e legalizar a corrupção, como elemento fulcral da acumulação de capital


Texto em qualquer destas ligações:


https://pt.scribd.com/document/383386727/A-Classe-Politica-Preocupa-se-Com-a-Abstencao-Eleitoral-Para-Rir

Este e outros textos em:

 http://grazia-tanta.blogspot.com/                               

https://pt.scribd.com/uploads

http://www.slideshare.net/durgarrai/documents